Make your own free website on Tripod.com

Aceitei a verdade presente!

 O que faço agora?

Ministério 4 Anjos

 

 

Muitos irmãos têm se deparado com esta pergunta, após receberem de coração e crerem na verdade presente. Oração de joelhos, Divindade, Reformas de Saúde e Educação, Justificação pela Fé de 1888, natureza de Cristo, são temas desde 2001 têm sido apregoados e aceitos por muitos, que então, ao perceberem que seus irmãos de igreja não recebem a luz perguntam-se se devem ou não sair da igreja. Alguns, tendo sido excluídos, expulsos das igrejas de onde congregavam, até mesmo pelo uso da força, e vendo que as outras congregações adventistas estavam advertidas pelos pastores departamentais e distritais contra sua pessoa, a fim de evitar conflitos desnecessários e improdutivos com seus ex-irmãos de fé, deixaram de assistir aos cultos da igreja adventista do sétimo dia. Outros tantos, em geral dentre os que não foram alvos de atitudes tão hostis, optaram por permanecer na igreja a fim de poder, mediante o testemunho e o trabalho pessoal, ganhar alguns.

 

Desde que as exclusões se iniciaram, muito se conversou sobre este tema, mas a aparência clara é que não há um consenso entre todos os que receberam a verdade presente para este tempo quanto a que posição tomar. O objetivo deste material é apresentar luz da Palavra de Deus e dos testemunhos que nos possa orientar sobre qual seria o caminho orientado por Deus com respeito a este assunto. Por fins didáticos, o material é apresentado na forma de perguntas e respostas.

 

 

1 - Fui membro da igreja por muitos anos, e nunca havia visto tanta discussão sobre as mensagens e as doutrinas adventistas entre pastores e leigos. O que está acontecendo?

 

"Ao vir a sacudidura, pela introdução de falsas teorias, esses leitores superficiais não ancorados em parte alguma, são como a areia movediça. Escorregam para qualquer posição para agradar a tendência de seus sentimentos de amargura." Testemunhos Para Ministros, pág. 112.

 

Durante a história da igreja adventista, houveram, em diferentes lugares e ocasiões, levantes de membros e pastores com mensagens que dividiram os membros da IASD. Todavia, estes eram sempre localizados, não atingindo a igreja como um todo. Dentre eles, o mais relevante que citamos ocorreu a menos de três décadas atrás com o Pr. Desmond Ford, que negava a doutrina do "santuário". Todavia, mesmo este, que levou cerca de 200 pastores para fora das fileiras adventistas, não atingiu a igreja como um todo, em todas as partes do globo. Contudo, a partir de 2001, a Igreja Adventista do Sétimo Dia presenciou o que mesmo o Pr. Alberto Timm, quando apresentando uma palestra na Igreja Adventista Central de Curitiba a cerca de um ano atrás se viu forçado a reconhecer, uma "sacudidura". Este pastor chegou a dizer que a igreja historicamente tinha crises localizadas, mas no atual momento a igreja "está em crise". Em todas as partes do mundo, levantaram-se membros da igreja, leigos em sua grande maioria, apregoando um retorno para a fé dos pioneiros e exaltando a norma, apresentando as exigências divinas para abandonar a crença na "trindade", para a oração de joelhos, e não em pé, durante os cultos, para o viver em harmonia com as mensagens das Reformas de Saúde e Educação, e trazendo também à luz a mensagem da justificação pela fé de Waggoner e Jones, sepultada a muitos anos pela liderança da igreja que não os deixa "falar" por meio da publicação de seus livros e artigos. Esta crise mundial dá perfeito cumprimento aos testemunhos de Ellen G. White que prediziam que a sacudidura iria ocorrer na IASD:

 

"Perguntei qual o sentido da sacudidura que eu acabava de presenciar e foi-me mostrado que fora causada pelo positivo testemunho motivado pelo conselho da Testemunha fiel, aos laodiceanos. Esse testemunho terá o seu efeito sobre o coração do que o recebe, levando-a a exaltar a norma e declarar a positiva verdade. Alguns não suportarão esse claro testemunho. Opor-se-lhe-ão e isto causará uma sacudidura entre os filhos de Deus. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 60.

 

Sim, a norma têm sido exaltada por membros da IASD de todo o mundo, e tem havido oposição contra o testemunho de tais pessoas - infelizmente esta oposição está partindo da liderança da igreja.

 

"Haverá uma sacudidura entre o povo de Deus.... Será o resultado de recusar a verdade apresentada." ME, 2, pág. 113

 

 

2 - Já ouvi falar de que haveria uma "sacudidura" dentro da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Mas não será apenas uma minoria de membros que será sacudida?

 

Não. Veja o testemunho abaixo:

 

"O peneiramento de Deus sacode fora multidões, como folhas secas. Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 479.

 

"Satanás procura diligentemente desviar as almas dos princípios corretos. Multidões que professam pertencer à verdadeira igreja de Deus estão caindo sob os enganos do inimigo. Estão sendo levados a afastar-se de sua lealdade ao bendito e único Potentado." FEC, 489

 

Temos visto um número pequeno de irmãos serem excluídos das congregações da IASD desde 2001 até agora. Mas estes estão muito longe de somar uma multidão. Para termos uma idéia, no Brasil a IASD possui mais de 1 milhão de membros, e dentro do que temos conhecimento os leigos excluídos de todo o país não somam 1000 pessoas. Logicamente, um grupo de menos de 1000 pessoas está longe de poder ser considerado como uma multidão. Todavia, isto não significa que o testemunho acima esteja errado. Basta invertermos o ponto de vista e verificamos seu perfeito cumprimento - a grande maioria de membros, incluindo a liderança, está se opondo ao testemunho dos excluídos que os convida a exaltar a norma de fé e prática. Os pastores continuam comendo carne, se opondo à reforma do vestuário, pregando a falsa doutrina da trindade, impedindo que os artigos e livros de Waggoner e Jones sobre justificação pela fé cheguem às mãos dos membros das suas igrejas. E a maioria dos membros das igrejas os seguem. Esta grande maioria, que continua com seus nomes nos livros da igreja, é que tem se oposto ao testemunho da minoria que os convida a exaltar a norma. Esta maioria, que conta com mais de 900.000 pessoas só no Brasil, é de fato uma multidão. O testemunho afirma claramente que o peneiramento de Deus que sacode fora multidões.

 

 

3 - É Deus quem iniciou este processo de "sacudidura", ou ela foi iniciada por leigos descontentes?

 

João Batista profetizou que Jesus mesmo limparia Sua igreja (eira):

 

"aquele que vem depois de mim é mais poderoso do que eu, cujas sandálias não sou digno de levar. Ele vos batizará com o espírito Santo e com fogo. A Sua pá, Ele tem na mão e limpará completamente a Sua eira; recolherá o Seu trigo no celeiro, mas queimará a palha em fogo inextinguível." Mat. 3:11, 12

 

"O povo de Deus será joeirado assim como é peneirado o trigo, até que toda palha se separe dos puros grãos de cereal." Meditações Maranata, 1977, pág. 50

 

"Haverá uma sacudidura da peneira. No devido tempo, a palha precisa ser separada do trigo. Por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos está esfriando. Este é precisamente o tempo em que o genuíno será o mais forte. Carta 46, 1887." Eventos Finais, pág. 173

 

 A palha, como nuvem, será levada pelo vento, mesmo de lugares onde só vemos ricos campos de trigo. Serviço Cristão, pág. 49." Eventos Finais, pág. 180

 

"Oh, que dia está diante de nós! Que sacudidura haverá entre os que se dizem filhos de Deus! O injusto encontrar-se-á entre o justo. Os que têm grande luz e nela não têm andado, terão trevas correspondentes à luz que desprezaram. Necessitamos atender a lição contida nas palavras de Paulo: "Antes, subjugo o meu corpo e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado." I Cor. 9:27. O inimigo está trabalhando diligentemente para ver quem poderá acrescentar às fileiras da apostasia; mas o Senhor logo virá, e muito breve cada caso será decidido para a eternidade. Aqueles cujas obras correspondem à luz que graciosamente lhes foi dada, serão contados do lado do Senhor." TM, pág. 163

 

 

4 - Mas, se Deus está sacudindo a igreja, e a multidão, que inclui a liderança mundial da igreja e os pastores, está sendo sacudida fora, isto significa que Deus está rejeitando a própria liderança da igreja, com todos os milhares de pastores e teólogos estudantes da Bíblia?

 

"Segundo o que Deus me mostrou, é preciso haver, entre os pastores, uma sacudidura, a fim de serem eliminados os negligentes, preguiçosos e comodistas, e permanecer um grupo fiel, puro e abnegado, que não busque seu bem-estar pessoal, mas administre fielmente na palavra e na doutrina, dispondo-se a sofrer e suportar todas as coisas por amor de Cristo, e salvar aqueles por quem Ele morreu. Sintam esses servos o "ai" que sobre eles pesa se não pregarem o evangelho, isso será o bastante; mas nem todos o sentem." TS, Vol. 1, pág. 35

 

"Estamos no tempo da sacudidura, tempo em que cada coisa que pode ser sacudida, sacudir-se-á. O Senhor não desculpará os que conhecem a verdade, se não obedecem a Seus mandamentos por palavra e ação." Testemunhos Seletos, vol. 2, págs. 547 e 548

 

"Começou a forte sacudidura e continuará, e todos os que não estiverem dispostos a assumir uma posição ousada e tenaz em prol da verdade, e a sacrificar-se por Deus e por Sua causa, serão joeirados. O anjo disse: "Achas que alguém será forçado a fazer sacrifícios? Não, absolutamente. Deverá ser uma oferta voluntária. Será preciso tudo para comprar o campo." Primeiros Escritos, págs. 50, 51

 

"A mensagem aos laodiceanos aplica-se aos adventistas do sétimo dia que têm tido grande esclarecimento e não têm andado na luz. São aqueles que têm feito grande profissão, mas não andado a par com seu Líder, que serão vomitados de Sua boca, a menos que se arrependam.. " A Igreja Remanescente, pág. 59

 

"Haverá uma sacudidura entre o povo de Deus.... Será o resultado de recusar a verdade apresentada." ME, 2, pág. 113

 

 

5 - Se a liderança mundial da Igreja Adventista do Sétimo Dia está sendo sacudida fora, então Deus está rejeitando a própria organização adventista?

 

"Nas balanças do santuário há de ser pesada a Igreja Adventista do Sétimo Dia. Ela será julgada pelos privilégios e vantagens que tem gozado. Se sua experiência espiritual não corresponde às vantagens que, a preço infinito, Cristo lhe concedeu; se as bênçãos que lhe foram conferidas não a habilitarem para fazer a obra que lhe foi confiada, sobre ela será pronunciada a sentença: "Achada em falta".. Pela luz que lhe foi concedida, pelas oportunidades dadas, será ela julgada." Eventos Finais, pág. 59, 60

 

"Cristo diz o seguinte daqueles que se ufanam de sua luz mas não andam nela: "Por isso Eu vos digo que haverá menos rigor para Tiro e Sidom, no dia do juízo, do que para vós outros. E tu, Cafarnaum [adventistas do sétimo dia que tiveram grande luz], que te ergues até aos céus [com referência a privilégios], serás abatida até aos infernos; porque, se em Sodoma tivessem sido feitos os prodígios que em ti se operaram, teria ela permanecido até hoje." Review and Herald, 1º de agosto de 1893." Eventos Finais, pág. 48

 

"Uma profunda e completa obra de reforma é necessária na Igreja Adventista do Sétimo Dia. Não é permitido ao mundo corromper os princípios do povo de Deus, observador dos mandamentos. Devem os crentes exercer uma influência que dê testemunho do poder dos princípios celestiais. Os que se unem à igreja têm de dar prova de uma mudança de princípios. A menos que isso se faça, a menos que seja cuidadosamente preservada a linha de demarcação entre a igreja e o mundo, o resultado será a assimilação do mundo." Mente, Caráter e Personalidade, Vol. 2, pág. 559

 

"Durante anos tem sido acalentado um mau espírito, um espírito de orgulho, um desejo de preeminência. Isso agrada a Satanás e desonra a Deus. O Senhor requer uma reforma decisiva.. ... Renove [a pessoa verdadeiramente reconvertida] o seu concerto com Deus, e Deus renovará o Seu concerto com ela. Que anjos e homens vejam que há perdão do pecado com Deus. Extraordinário poder divino precisa apossar-se das igrejas adventistas do sétimo dia. Precisa haver reconversão entre os membros, para que, como testemunhas de Deus, testifiquem do autorizado poder da verdade que santifica a vida. A igreja tem de ser renovada, purificada e santificada, do contrário a ira de Deus incidirá sobre eles com muito mais intensidade do que sobre os que nunca alegaram ser santos. Carta 63, 1903."  Exaltai-O, 1992, pág. 302

 

 

6 - Mas ouvi falar que a organização da Igreja Adventista do Sétimo Dia é a igreja de Deus na terra, e os membros desta igreja são os membros da Igreja de Deus...isto não é verdade?

 

Não, os testemunhos mostram que o povo "adventista do sétimo dia" é a igreja de Deus na terra. Veja:

 

"Os adventistas do sétimo dia foram escolhidos por Deus como um povo peculiar, separado do mundo. Com a grande talhadeira da verdade Ele os cortou da pedreira do mundo, e os ligou a Si. Tornou-os representantes Seus, e os chamou para serem embaixadores Seus na derradeira obra de salvação." Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 140.

 

"Sou instruída a dizer aos adventistas do sétimo dia em todo o mundo: Deus chamou-nos como um povo para sermos-Lhe particular tesouro. Ele designou que Sua igreja na Terra esteja perfeitamente unida no espírito e conselho do Senhor dos exércitos até ao fim do tempo." Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 397

 

Deus chamou nos como um povo, não como uma organização estabelecida por homens:

 

"O poder humano e a humana força não estabeleceram a igreja de Deus, nem a podem destruir. Não sobre a rocha da força humana, mas sobre Cristo Jesus, a Rocha dos Séculos, foi a igreja fundada, "e as portas do inferno não prevalecerão contra ela". Mat. 16:18. A presença de Deus dá estabilidade a Sua causa. "Não confieis em príncipes, nem em filhos dos homens", é a palavra a nós dirigida. " Profetas e Reis, págs. 595, 596

 

"Lembrai-vos de que o poder humano não estabeleceu a igreja de Deus, nem pode o humano poder destruí-la. De século a século, o espírito Santo é transbordante fonte de vida. ... Há vitória para todos os que lutam legitimamente, em perfeita harmonia com a lei de Deus. Eles triunfarão sobre toda oposição." E Recebereis Poder, 1999, 372

 

Assim, conforme nos declaram os testemunhos, a verdadeira igreja de Deus na terra é formada não pelos membros da organização conhecida oficialmente como "Igreja Adventista do Sétimo Dia", e sim pelos que O amam e permanecem no Seu conselho, guardando Seus mandamentos e obedecendo aos testemunhos:

 

"O espírito de Deus, com Seu poder vivificador, precisa estar em todo ser humano, para que todo músculo e nervo espiritual esteja em atividade. Sem o espírito Santo, sem o fôlego de Deus, há entorpecimento da consciência e perda de vida espiritual. Muitos que se acham destituídos de vida espiritual têm os seus nomes nos registros da igreja, mas não estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.. Eles podem estar ligados à igreja, mas não estão unidos ao Senhor. Podem ser diligentes na realização de um certo conjunto de deveres, e ser considerados como pessoas que vivem; muitos, porém, se encontram entre os que têm nome de que vivem, e estão mortos. (Apoc. 3:1.) SDA Bible Commentary, vol. 4, págs. 1.165 e 1.166." E Recebereis Poder, 45

 

"A igreja é a fortaleza de Deus, Sua cidade de refúgio, a qual Ele mantém em um mundo revoltado. Qualquer traição a seu sagrado depósito é traição Àquele que a comprou com o precioso sangue de Seu Filho unigênito. Através de toda a história do mundo, pessoas fiéis têm constituído a igreja na Terra." Nossa Alta Vocação, pág. 170

 

"A viva igreja de Deus, é individualmente um lugar onde Deus habita por meio do espírito, a fim de que possa o homem tornar-se um templo bem construído, para habitação do Santo espírito de Deus, e possa o Senhor Jesus Cristo habitar em seu ser íntimo, enobrecendo e santificando sua natureza humana por Seus atributos divinos, tornando o homem um templo do Deus, vivo. Manuscrito 193, 1898." Nos Lugares Celestiais, 1968, pág. 283

 

"O povo observador dos mandamentos, povo de Deus, tem feito soar uma advertência ao mundo. ... A igreja de Deus é uma testemunha viva, contínuo testemunho, para convencer os homens, uma vez aceita, para condená-los caso resistida e rejeitada. Manuscrito 37." Nossa Alta Vocação, 1962, pág. 351

 

"Os que tiveram oportunidades para ouvir e aceitar a verdade, e se uniram à Igreja Adventista do Sétimo Dia, considerando-se o povo de Deus que guarda os mandamentos, mas não possuem mais vitalidade e consagração a Deus do que as igrejas nominais, serão atingidos pelas pragas de Deus tão verdadeiramente como as igrejas que se opõem a Sua lei." Eventos Finais, pág. 172

 

A história dos judeus foi escrita para advertência dos adventistas do sétimo dia de hoje, para que não se considerem certos do favor de Deus por pertencerem à igreja:

 

"O templo judaico foi edificado com pedras lavradas retiradas das montanhas, e cada pedra ajustada para seu lugar no templo, burilada, polida e testada antes de ser conduzida a Jerusalém. ... Esse edifício representa o templo espiritual de Deus, composto de material reunido de toda nação, e língua, e povo, de todos os níveis, baixo e alto, rico e pobre, cultos e incultos. Estas não são substâncias mortas, a serem adaptadas por martelo e cinzel. São pedras vivas, retiradas do mundo pela verdade; e o grande Arquiteto Mestre, o Senhor do templo, está agora polindo-as e moldando-as para seus respectivos lugares no templo espiritual. Quando completado, este templo será perfeito em todas as suas partes, [objeto] da admiração dos anjos e homens, pois seu construtor e edificador é Deus." Olhando para o Alto, 1983, pág. 275

 

"O povo judeu acariciava a idéia de que eram os favoritos do Céu, e seriam sempre exaltados como igreja de Deus. Eram filhos de Abraão, declaravam, e o fundamento de sua prosperidade parecia-lhes tão firme, que desafiavam Terra e Céu para desapossá-los de seus direitos. Por sua conduta infiel, porém, estavam-se preparando para a condenação do Céu e separação de Deus." Parábolas de Jesus, pág. 294

 

"Acaso, não sabeis que o vosso corpo é santuário de Deus...?" "Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado." I Coríntios 3:16, 17

 

O próprio nome "adventista do sétimo dia" foi dado por Deus ao Seu povo, à Sua igreja viva, e não a uma igreja oficialmente estabelecida. Exibia o caráter da fé dos pioneiros deste movimento, que não criam na doutrina falsa da "trindade" e andavam em obediência à luz que possuíam. Deus considera como "adventistas do sétimo dia" o povo que vive e proclama as três mensagens angélicas:

 

"Foi-me mostrado o modo por que o povo remanescente de Deus obteve seu nome....Não podemos adotar outro nome melhor do que esse, que concorda com a nossa doutrina, exprime a nossa fé e nos caracteriza como povo peculiar. O nome Adventista do Sétimo Dia é uma contínua acusação ao mundo protestante. É aqui que está a linha divisória entre os que adoram a Deus e os que adoram a besta e recebem seu sinal. O grande conflito é entre os mandamentos de Deus e as exigências da besta. ...

O nome Adventista do Sétimo Dia exibe o verdadeiro caráter de nossa fé e será próprio para persuadir aos espíritos indagadores. Como uma flecha da aljava do Senhor, fere os transgressores da lei divina, induzindo ao arrependimento e à fé no Senhor Jesus Cristo." Testemunhos Seletos, Vol. 1, págs. 79, 80

 

"Nenhum traço da verdade que tornou o povo adventista do sétimo dia o que ele é, deve ser apagado. Temos antigos marcos da verdade, da experiência e do dever, e cumpre-nos defender firmemente nossos princípios em face do mundo." 1900 Testemunhos Seletos, Vol. 2, pág. 372 (Obs.: Em 1900 os adventistas do sétimo dia não criam na doutrina na trindade - ver Yearbooks da IASD - sites www.alvorada.us; www.arquivoxiasd.com.br)

 

Em sentido especial foram os adventistas do sétimo dia postos no mundo como atalaias e portadores de luz. A eles foi confiada a última mensagem de advertência a um mundo a perecer. Sobre eles incide maravilhosa luz da Palavra de Deus. Confiou-se-lhes uma obra da mais solene importância: a proclamação da primeira, segunda e terceira mensagens angélicas. Nenhuma obra há de tão grande importância. Não devem eles permitir que nenhuma outra coisa lhes absorva a atenção. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 288.

 

Pelo testemunho acima, vemos que são considerados "adventistas do sétimo dia" por Deus aqueles que proclamam a primeira, segunda e terceira mensagens angélicas.

 

 

7 - Entendi que a igreja de Deus é composta pelo povo "adventista do sétimo dia", e não necessariamente pela organização da IASD. Lembro-me de um texto que afirma que "a igreja não cairá", na sacudidura. Como entender este texto, de acordo com os testemunhos?

 

"A igreja talvez pareça como prestes a cair, mas não cairá. Ela permanece, ao passo que os pecadores de Sião serão lançados fora na sacudidura  - a palha separada do trigo precioso. É esse um transe terrível, não obstante importa que tenha lugar." Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 380

 

Enquanto multidões, incluindo toda a liderança da organização da IASD, serão sacudidas fora, caso não se arrependam por sustentarem falsas doutrinas e desprezarem os testemunhos a eles enviados, os verdadeiros adventistas do sétimo dia, que proclamam as três mensagens angélicas e "guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus", serão guardados por Ele como Seu precioso trigo. Você é hoje convidado a fazer parte deste trigo.

 

 

8 - Ouvi falar que somente receberão o "selo de Deus" os que estiverem na igreja adventista (organização) - isto é verdade?

 

Não. A condição para que alguém receba o selo de Deus é claramente especificada nos testemunhos:

 

"Os que vencem o mundo, a carne e o diabo, serão os agraciados que receberão o selo do Deus vivo." Testemunhos Para Ministros, pág. 445

 

 

9 - O que Deus deseja que eu, que já aceitei a verdade presente e entendi, por este estudo, que o povo de Deus destes últimos dias não é necessariamente aquele que está dentro da organização da IASD - devo sair da igreja ou continuar assistindo seus cultos?

 

"Como a luz e a vida dos homens foi rejeitada pelas autoridades eclesiásticas nos dias de Cristo, assim tem sido rejeitada em todas as subseqüentes gerações. Freqüentemente se tem repetido a história da retirada de Cristo da Judéia. Quando os reformadores pregavam a Palavra de Deus, não tinham idéia alguma de se separar da igreja estabelecida; os guias religiosos, porém, não toleravam a luz, e os que a conduziam eram forçados a buscar outra classe, a qual estava ansiosa da verdade. Em nossos dias, poucos dos professos seguidores da Reforma são atuados pelo espírito da mesma. Poucos estão à escuta da voz de Deus, e prontos a aceitar a verdade, seja qual for a maneira por que se apresente. Muitas vezes os que seguem os passos dos reformadores são forçados a retirar-se da igreja que amam, a fim de declarar o positivo ensino da Palavra de Deus. E muitas vezes os que estão à procura da luz são, pelos mesmos ensinos, obrigados a deixar a igreja de seus pais, a fim de prestar obediência.." O Desejado de Todas as Nações, pág. 232

 

"Foi-me mostrada a necessidade dos que crêem estarmos tendo a última mensagem de misericórdia, de se separarem dos que estão diariamente absorvendo novos erros. Vi que nem jovens e nem velhos devem assistir a suas reuniões; pois é errado assim encorajá-los enquanto ensinam o erro que é veneno mortal para a alma e doutrinas que são mandamentos de homens. A influência de tais reuniões não é boa. Se Deus nos libertou de tais trevas e erros, devemos ficar firmes na liberdade com que Ele nos tornou livres e regozijar na verdade. Deus Se desagrada de nós quando assistimos ao erro sem a isso ser obrigados; pois a menos que Ele nos envie a essas reuniões onde o erro é inculcado ao povo pelo poder da vontade, Ele não nos guardará. Os anjos cessam seu vigilante cuidado sobre nós, e somos deixados aos açoites do inimigo, deixados a ser entenebrecidos e debilitados por ele e pelo poder dos seus anjos maus; e a luz ao nosso redor fica contaminada com as trevas.

Vi que não temos tempo para desperdiçar em ouvir fábulas. Nossa mente não deve ser assim desviada, mas deve ocupar-se com a verdade presente e em buscar sabedoria que nos permita alcançar mais completo conhecimento de nossa posição, a fim de com mansidão podermos apresentar nas Escrituras a razão de nossa esperança. Enquanto falsas doutrinas e perigosos erros são levados à mente, esta não pode estar posta na verdade que deve capacitar e preparar a casa de Israel para estar em pé no dia do Senhor." Primeiros Escritos, págs. 124, 125

 

 

 

10 - Mas, e as pessoas que ficam dentro da igreja, não devo advertí-las como João Batista advertiu os judeus no passado?

 

"Do deserto, Cristo retornou ao Jordão onde João Batista pregava." Vida de Jesus, pág. 49

 

João Batista pregava, não na sinagoga, mas sim no Jordão, fora da igreja da época. Não assistia os cultos da igreja. Nos dias de hoje, é necessário que façamos uma obra como a dele, e precisamos ter a mesma experiência que ele - fora da igreja:

 

"Nesta época, pouco antes da segunda vinda de Cristo nas nuvens do céu, deve ser efetuada uma obra como a de João [Batista]. Deus chama homens que preparem um povo para permanecer em pé no grande dia do Senhor. ... Para transmitir tal mensagem como a de João precisamos ter uma experiência espiritual como a sua. Testimonies, vol. 8, págs. 332 e 333." Eventos Finais, pág. 63

 

 

11 - Mas não devemos sair da igreja apenas quando for dado o aviso do alto clamor de Apocalipse 18: "Sai dela povo meu"?

 

Não. Segundo os testemunhos, o aviso do alto clamor de Apocalipse 18 será dado para o mundo, após terminada a sacudidura. Os que atenderão ao chamado serão os que foram "impedidos de ouvir a verdade", não os que já a haviam ouvido e não saíram por ocasião da sacudidura - veja:

 

""Olha!" Minha atenção foi então dirigida ao grupo que eu vira e estava sendo fortemente sacudido. Foram-me mostrados os que eu antes vira a chorar e a orar com agonia de espírito. A multidão de anjos da guarda em seu redor fora duplicada, e estavam revestidos de uma armadura da cabeça aos pés. Marchavam em perfeita ordem, semelhantes a um grupo de soldados. Seu rosto expressava o tremendo conflito que haviam travado, a luta angustiosa por que haviam passado. Contudo, seu rosto, antes assinalado pela severa angústia íntima, resplandecia agora com a luz e glória do Céu. Haviam alcançado a vitória, e esta suscitava neles a mais profunda gratidão, e santa e piedosa alegria.

Diminuíra o número dos que faziam parte desse grupo. Ao serem sacudidos, alguns tinham sido lançados fora do caminho. Os descuidosos e indiferentes, que não se uniam com os que prezavam suficientemente a vitória e a salvação, para por elas lutar e angustiar-se com perseverança, não as alcançaram e foram deixados atrás, em trevas, e seu lugar foi imediatamente preenchido pelos que aceitavam a verdade e a ela se filiavam....Ouvi os que estavam revestidos da armadura falar sobre a verdade com grande poder. Isto produzia efeito. Muitos tinham sido amarrados; algumas mulheres pelos maridos, e crianças por seus pais. Os sinceros, que tinham sido impedidos de ouvir a verdade, agora avidamente a ela aderiam.. Fora-se todo o receio de seus parentes, e somente a verdade lhes parecia sublime. Haviam estado com fome e sede da verdade; esta lhes era mais querida e preciosa do que a vida. Perguntei o que havia operado esta grande mudança.. Um anjo respondeu: "Foi a chuva serôdia, o refrigério pela presença do Senhor, o alto clamor do terceiro anjo."" Primeiros Escritos, pág. 271

 

Note que o texto diz: "os sinceros, que tinham sido impedidos de ouvir a verdade, agora...a ela aderiam". Quando? no "alto clamor do terceiro anjo", na mensagem de Apocalipse 18. Então, por ocasião da descida do espírito Santo como Chuva Serôdia, estes sinceros, que não reconheciam o sábado, abraçarão a verdade.

 

"Vi que Deus tinha filhos que não reconheciam o sábado e não o guardavam. Eles não haviam rejeitado a luz sobre este ponto. E ao início do tempo de angústia fomos cheios do espírito Santo ao sairmos para proclamar o sábado mais amplamente. Isso enfureceu as igrejas e os adventistas nominais, pois não podiam refutar a verdade do sábado. E nesse tempo os escolhidos de Deus viram todos claramente que tínhamos a verdade, e saíram e enfrentaram a perseguição conosco." Primeiros Escritos, pág. 33

 

Deus proveu o processo de "sacudidura", para separar a palha do trigo dentro da Sua igreja. Esta é uma obra dele. Procurar manter-nos junto com a "palha" quando Deus está justamente separando-a do trigo, pode levar-nos a ter o mesmo fim que a palha terá - ser queimada no fogo:

 

"A Sua pá, Ele tem na mão e limpará completamente a Sua eira; recolherá o Seu trigo no celeiro, mas queimará a palha em fogo inextinguível." Mat. 3:12

 

 

12 - Entendi que devo então sair da igreja adventista. O que devo fazer então aos sábados? Como vou adorara a Deus?

 

Lembre-se da promessa de Jesus: "onde estiverem dois ou mais reunidos em Meu nome, ali Eu estarei". Reúna-se em sua casa com seus irmãos de fé, crentes na verdade presente. Os testemunhos recomendam a formação de pequenos grupos de estudo e trabalho:

 

"A formação de pequenos grupos como base de esforço cristão, foi-me apresentada por Aquele que não pode errar. Se há na igreja grande número de membros, convém que se organizem em pequenos grupos a fim de trabalhar, não somente pelos membros da própria igreja, mas também pelos incrédulos. Se num lugar houver apenas dois ou três que conheçam a verdade, organizem-se num grupo de obreiros. Mantenham indissolúvel seu laço de união, apegando-se uns aos outros com amor e unidade, animando-se mutuamente para avançar, adquirindo cada qual ânimo e força do auxílio dos outros." Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 84.

 

"Eu quereria estimular os que se reúnem em pequenos grupos para adorar a Deus. Irmãos e irmãs, não desfaleçais por serdes tão poucos. A árvore isolada na planície, aprofunda mais suas raízes na terra, estende mais longe seus galhos para todos os lados, e cresce mais vigorosa e mais simétrica enquanto luta sozinha com a tempestade ou se regozija com a luz solar. Assim o cristão, separado de dependência humana, pode aprender a descansar somente em Deus, e pode obter força e ânimo de todo conflito." Nossa Alta Vocação,1962, pág. 164

 

"O apóstolo [Paulo] sentia-se responsável em grande medida pelo bem-estar espiritual dos que se convertiam por seus labores. Seu desejo era que crescessem no conhecimento do único verdadeiro Deus, e de Jesus Cristo, a quem Ele enviou. Não raro, em seu ministério, reunia-se ele com pequenos grupos de homens e mulheres que amavam a Jesus, inclinando-se com eles em oração, pedindo a Deus para lhes ensinar como se manterem em íntima comunhão com Ele. Muitas vezes tomava conselho com eles sobre os melhores métodos de dar a outros a luz da verdade evangélica. Muitas vezes, quando separados daqueles por quem assim havia trabalhado, suplicava a Deus para que os guardasse do mal, e os ajudasse a se manterem como missionários ativos e fervorosos." Atos dos Apóstolos, pág. 262

 

Escolha de líderes para os pequenos grupos:

 

"Para os pequenos grupos que abraçam a verdade, importa fazer arranjos que garantam a prosperidade da igreja. Poder-se-á nomear uma pessoa para dirigi-lo durante uma semana ou um mês, depois outra por algumas semanas, e assim diversas pessoas poderão sucessivamente ser experimentadas para depois se proceder a uma escolha judiciosa por voto da igreja da que se provar mais apta, para assumir as funções de dirigente; nunca, porém, por mais tempo do que um ano. Poderá então ser eleita outra ou a mesma pessoa poderá ser reeleita, caso o seu serviço se tenha provado uma bênção para a igreja." Testemunhos Seletos, Vol. 2, pág. 262

 

"Que pequenos grupos se reúnam ao anoitecer ou de manhã cedo para estudar a Bíblia por si mesmos. Tenham um período de oração a fim de que sejam fortalecidos e iluminados e santificados pelo espírito Santo. ...

Que pequenos grupos se reúnam para estudar as Escrituras. Não perdereis coisa alguma com isso, antes tirareis grande proveito. Anjos de Deus estarão em vossa reunião, e, alimentando-vos com o Pão da Vida, desenvolvereis nervos e músculos espirituais. Estareis, por assim dizer, alimentando-vos com as folhas da árvore da vida. Unicamente dessa maneira conseguireis manter vossa integridade. A fidelidade a Jesus Cristo assegurará um preciosíssimo galardão. Esforce-se toda alma por obter a vida eterna, reconhecendo a Cristo em palavra e espírito. Ele comprometeu-Se a reconhecer a vós e a mim, de modo festivo, cordial e jubiloso, diante de Seu Pai celestial. Não vale a pena esforçar-se neste sentido? Vede o que podeis fazer pessoalmente para ser fiéis aos princípios e manter a probidade em todos os aspectos de vossa vida; e contemplareis Sua glória. Carta 2, 1900." Este Dia com Deus, 1980, pág. 9

 

"Este é nosso trabalho. Pequenos grupos devem sair para fazer a obra que Cristo indicou aos Seus discípulos. Enquanto trabalham como evangelistas podem eles visitar os doentes, orar com eles e, se necessário, tratar deles, não com medicamentos, mas com os remédios providos pela natureza." Conselhos Sobre Saúde, pág. 501

 

"O Senhor prometeu que onde dois ou três estivessem reunidos em Seu nome, Ele estaria no meio deles. Os que se reúnem para oração recebem a unção do Santo. Há grande necessidade de oração secreta, mas também é necessário que vários cristãos se reúnam, enviando com fervor suas orações a Deus. Jesus está presente nesses pequenos grupos, o amor pelas pessoas se aprofunda no coração, e o espírito Santo aplica Suas poderosas energias, para que os instrumentos humanos se ponham em atividade, com vistas a salvar os que estão perdidos." Exaltai-O, 1992, pág. 359

 

"Noite após noite, têm-me sido apresentadas cenas de pequenos grupos pleiteando com Deus. Ele lhes revela algum ídolo que têm estado acariciando. Alguns os abandonam, outros não o fazem. Mas a luz do Céu brilhou da face daqueles que renunciaram a seus ídolos. Então outros ídolos eram-lhes mostrados, e novamente alguns os poriam de parte. Mas a luz do Céu brilhou sobre todos que queriam renunciar a tudo por Cristo.

Nossos pequenos grupos de observadores do sábado são necessários para manter a luz diante de seus vizinhos, e precisam das crianças em seus lares, onde, terminadas as horas de estudo, podem ser um auxílio a seus pais. O lar cristão bem organizado, onde as tenras crianças podem ter aquela disciplina paternal que é segundo a determinação do Senhor, é para elas o melhor lugar." Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 158.

 

"Nunca deve o obreiro que organiza pequenos grupos aqui e ali, dar aos recém-convertidos à fé, a impressão de que Deus não exige que eles trabalhem sistematicamente em auxiliar na manutenção da causa, seja por seus trabalhos pessoais, seja por meio de seus recursos. ...

A melhor obra que podeis fazer, é ensinar, educar. Onde quer que se vos depare uma oportunidade de assim fazer, sentai-vos com alguma família, e deixai que vos façam perguntas. Respondei-lhes então pacientemente, humildemente. Continuai esta obra juntamente com vossos esforços em público. Pregai menos, e educai mais, mediante estudos bíblicos, e orações feitas nas famílias e pequenos grupos." Obreiros Evangélicos, pág. 193.

 

A igreja viva de Deus estará aguardando, vigiando e trabalhando. Ninguém deve ficar numa posição neutra. Todos devem representar a Cristo num esforço ativo e sincero para salvar as almas que perecem. TM, 163

 

"O olhar de Jesus, estendendo-se através dos séculos, fixou-se em nosso tempo ao dizer Ele: "Ah! se tu conhecesses também, ao menos neste teu dia, o que à tua paz pertence! Luc. 19:42. Ainda é teu dia, ó igreja de Deus, a quem Ele tornou a depositária de Sua lei. Esse dia de confiança e provação está chegando ao fim. O Sol está declinando rapidamente. Dar-se-á o caso de que ele se ponha e que não saibas "o que à tua paz pertence"? Luc. 19:42. Terá de ser proferida a irrevogável sentença: "Mas, agora, isso está encoberto aos teus olhos"? Luc. 19:42. Carta B-58, 1887." Meditações Maranata, o Senhor Vem, pág. 262

 

Querido irmão crente na verdade presente: estamos à sua disposição para auxiliá-lo no que pudermos para que seu pequeno grupo possa ser fortalecido no temor do Senhor.

 

Que Deus te abençoe.

Ministério 4 Anjos

 

Leia também:

Temos que freqüentar a Igreja para ser salvos?

GELs - O que é?

 

RETORNAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.